Star Wars - Fronteira do Império - Nas garras do Hutt

Welcome to your campaign!
A blog for your campaign

Wondering how to get started? Here are a few tips:

1. Invite your players

Invite them with either their email address or their Obsidian Portal username.

2. Edit your home page

Make a few changes to the home page and give people an idea of what your campaign is about. That will let people know you’re serious and not just playing with the system.

3. Choose a theme

If you want to set a specific mood for your campaign, we have several backgrounds to choose from. Accentuate it by creating a top banner image.

4. Create some NPCs

Characters form the core of every campaign, so take a few minutes to list out the major NPCs in your campaign.

A quick tip: The “+” icon in the top right of every section is how to add a new item, whether it’s a new character or adventure log post, or anything else.

5. Write your first Adventure Log post

The adventure log is where you list the sessions and adventures your party has been on, but for now, we suggest doing a very light “story so far” post. Just give a brief overview of what the party has done up to this point. After each future session, create a new post detailing that night’s adventures.

One final tip: Don’t stress about making your Obsidian Portal campaign look perfect. Instead, just make it work for you and your group. If everyone is having fun, then you’re using Obsidian Portal exactly as it was designed, even if your adventure log isn’t always up to date or your characters don’t all have portrait pictures.

That’s it! The rest is up to your and your players.

View
Sessão 0

Após a tentativa de fuga dar errado, o grupo de fugitivos tentou se esconder em uma cantina aonde foram encurralados e forçados a lutar contra um grupo de Gamorrean guard que os perseguia.
Após o confronto, o dono da cantina, um humano chamado Devon, os informou que o caçador trandoshan Trex estava aportado na cidade para reparos e que gostaria de o ver “fora de serviço” por algum tempo. Além disso, convenceu-os de que com ele morto, eles poderiam roubar com sua nave, a Krayt Fang e assim escapar das garras do Hutt. Porem, o grupo precisaria conseguir uma ignição de Hyperdrive pois o da nave havia quebrado.

Enquanto o grupo seguia para a loja de sucatas em busca da peça, a twi’lek Oskara foi ao encontro do líder Xar’zar, membro de sua especie, responsável por controlar a operação de mineração para Teemo, o Hutt, e, em segredo, ajudar twi’leks a escaparem do planeta. Após convence-lo de que sua especie estava em perigo e que ela poderia ajudar a salva-los, Kar’zar lhe deu o cartão de acesso a sala de controle de espaçoporto para poder liberar a nave para decolagem.

Reunidos e com a ignição de hyperdrive comprada, o grupo invadiu a sala do controle aéreo (controlada por Miranda, uma oficial imperial e antiga relação amorosa de Pash). Após uma confusão e um breve combate o grupo liberou a Krayt Fang para decolagem e deixou armadilhas para os soldados imperiais que estavam a caminho.

Conseguindo atrasar seus perseguidores, o grupo chegou no Hangar Aurek sem dificuldade. O droid 41-VEX, possuindo habilidades mecânicas, a peça e os códigos de acesso roubado dos droids de segurança imperial, conseguiu convencer os droids de segurança do hangar que era um mecânico enviado por Teemo e assim entrar abordo da Krayt Fang sem enfrentar resistências.

Após assassinarem Trex, o grupo conseguiu decolar e abater a patrulha imperial, ficando assim livre para saltar para o hyper-espaço.

View
Sessão 1

Depois de serem abruptamente jogados para fora hiperespaço, o grupo se viu forçado a resolver uma serie de problemas abordo do Krayt Fang antes de poder prosseguir com a viagem. Ao vasculharem a nave eles encontraram o prisioneiro B’ura B’an, um twi’lek mantido em cativeiro por Trex, uma jogada politica para ajudar na tomada forçada das minas de Ryll em Ryloth.

Além do twi’lek, o grupo encontrou restos de “carcaças” geonosianas e descobriu que a nave possua um localizador enviando suas coordenadas para Teemo, o Hutt.

Após resolverem os problemas e saltarem para a orbita de Ryloth eles se viram sob ataque do Kuubaz chamado Theewek, um espião de Teemo usado para fazer seus serviços sujos. Apesar de sofrerem graves danos, eles conseguiram abater a nave inimiga. Porem, o destino do piloto continua incerto.

B’ura B’an os levou ate a cidade de Nabat, aonde prometeu reparar e cuidar de tudo necessário na nave deles se o ajudassem a resolver as ameaças que os mineiros tinham recebido. Após um breve descanso o grupo se dirigiu para a estação New Meen aonde B’ura B’an se reuniria com o resto de membros do seu movimento de resistência.

No caminho o grupo foi emboscado por um temível grupo de caçadores de recompensa mandados por Angus Drombb, o responsável pelos ataques aos twi’leks de New Meen. Com grande custo o grupo conseguiu vencer os caçadores de recompensa, deixando apenas um vivo e abandonado a sua sorte e então seguiram viajem.

View
Sessão 02

Horas depois da emboscada sofrida, o grupo finalmente chegou a estação New Meen, no lado iluminado de Ryloth. A estação não era mais do que uma coleção de tendas, maquinários e abrigos pre-fabricados sendo operada por um punhado de twi’leks machos e fêmeas mal-nutridos e algumas crianças. Houve muita comoção na recepção de Bura’ban e o eles foram convidados para compartilhar uma “refeição de honra” com todos.

Um estrondo interrompeu a refeição. Do lado de fora, quatro humanos, mandados por Angus Drombb, haviam roubado uma escavadeira e a utilizado para esmagar uma das tendas em meio a risadas embriagadas. Um combate se seguiu entre o grupo e os capangas terminando com dois deles mortos e dois capturados. Dentro da tenda esmagada, uma twi’lek, parcialmente esmagada pelos escombros, gritava de dor e estava em condições criticas. Com esforço e a ajuda de Lowhhrick, o droid 41-VEX conseguiu resgatar a fêmea e salvar sua vida, sendo forçado a amputar a perna no processo.

Motivado pelo ódio de ver seu povo sofrendo, Oskara torturou e interrogou os dois prisioneiros obtendo informação sobre a base de Angus Drombb, sua força e convencendo-os a enviarem uma falsa informação de que e estação estava pronta para se render. Drombb, já neste tipo de “empreendimento” a anos, suspeitava, porem, de que algo estava errado.

Um dia galático depois o grupo chegou na base de Drombb fingindo ser os donos de New Meen. A artimanha não durou contra a segurança reforçada devido a suspeita da noite anterior. Um combate violento de seguiu com blasters e explosões por todos os lados. Em um momento final, Pash e Drombb trocaram tiros cara a cara terminando com um disparo preciso de Pash na testa da mafioso.

O resultado final da confronto foram 14 capangas mortos, 2 fugitivos, metade da propriedade explodida, o próprio Angus Drombb morto e a estação de New Meen finalmente a salvo.

De volta na estação, em meio as comemorações, 41-VEX conseguiu quebrar a segurança de um datacard recuperado do escritório de Drombb e visualizar duas mensagens entre ele e o caçador de recompensas Thwheek. Entretanto, o conteúdo das mensagens, por hora, ainda não fez nenhum sentido.

Enquanot isso, abordo do ISD (Imperial Star Destroyer) Vengeance, estacionado na orbita de Tatooine, um oficial da marinha imperial gesticulava e falava irritado questionando a lealdade e competência da oficial Miranda, neste momento presa em uma das celas do bloco de detenção.

View
Sessão 03

Após passarem o resto do dia galático comemorando junto de Bura’Ban e os mineradores de New Meen , o grupo retornou para a cidade de Nabat.

Dentro da área do mercado comum, Três níveis acima do chão, em uma das passarelas suspensas acima das tendas do mercado, Thweek espionava os movimentos do grupo pelas ruas movimentas através das lentes de um eletrobinoculo. Oskara foi a primeira a perceber, alertando ao grupo e forçando o espião a fugir da cena. Eles resolveram se separar, para capturar o espião e recuperar a Krayt Fang sem perda de tempo. Quando Oskara e Lowrick chegaram ao local aonde o avistaram a unica coisa que conseguiram encontrar foram os restos de insetos deixados pelo espião Kuubaz após uma refeição bizarra. Os kuubaz são uma espécie reclusa, ligada apenas aos clãs dos Hutts e insetívoros.


Enquanto isso, Pash e 41-Vex seguiram ao encontro de Nym, a twi’lek responsável pela “resistência” da cidade. Nym os recebeu calorosamente, com abraços e agradecimentos. Após um momento de confraternização, no qual eles também foram informados que a Krayt Fang estava preparada e pronta para partir, ela os apresentou a um Bothaniano chamado apenas de Oto. Uma figura elegante, trajando roupas caras e bebendo uma bebida refinada. Oto falava de forma firme e pausada, explicando com a voz grave dos Bothanianos, os planos de seu empreendimento e como pretendia ajudar ao grupo… Se o grupo o ajudasse.
Como um “presente” parar celebrar o inicio da “amizade” entre eles, Oto os entregou uma copia da notificação de procurados submetida por Teemo, O Hutt, que anunciava uma recompensa de 20.000 créditos imperais por cabeça, vivos ou mortos. Depois, explicou que ele possuía negócios e que se Teemo fosse “removido do mercado” o seu empreendimento se beneficiaria. Como pagamento, não só a bounty seria retirada como também todo o dinheiro da recompensa seria dado ao grupo.
A forma sugerida para isso seria através do Duque Piddock. O duque geonosiano, vendo sua fortuna sumir sob os controle imperial no comercio de segurança privada, começou a vender droids de batalha para os Hutts, tendo como cliente primário o Teemo. Entretanto, algo aconteceu e todas as relações foram cortadas e o duque retirou todo seu apoio ao Teemo.
Teemo agora está iniciando acordos comerciais com outro Duque genonosiano, que está nas mesmas situações financeiras de Piddock. Oto deseja impedir que esse novo acordo comercial seja firmado e para conseguir isso ele irá precisar da ajuda do grupo. A missão será ir em uma festa de gala organizada por Piddock (Que preparou a festa para atrair novos investidores) no lugar de Oto, representando alguma corporação de fechada e descobrir o que fez Piddock abandonar o acordo comercial com Teemo.


Do outro lado da cidade, Oskara e Lowrick seguiam a pista dos insetos, chegando ate um vivarium em um dos níveis superiores. Um vivarium mantem e comercializa especies de seres vivos de todas as partes de galaxia e é um ótimo lugar para alguém com uma dieta tão exótica quanto um Kuubaz conseguir sua comida. Utilizando-se da fama adquirida ao ajudar Bura’ban, Oskara conseguiu obter informações de compra e entrega de um carregmento peculiar de insetos a um dos apertamentos do espaço-porto comum.
O grupo, finalmente reunido, tentou uma artimanha para capturar o espião, mas ele, com sua experiência, foi capaz de se prevenir e quando Oskara adentrou os aposentos apressadamente duas granadas de atordoamento interromperam qualquer chance de perseguição e nocautearam a caçadora de recompensas. Entretanto, a visita não foi infrutífera. Enquanto Vex aplicava cuidados médicos em Oskara, Pash foi capaz de encontrar um log deixado por Thweek com o resumo de todas as missões que realizou para Teemo.


No dia seguinte, todos ja preparados para viajem, seguiam para o espaço-porto quando foram subitamente interrompidos ao encontrarem o hangar da Krayt Fang sob intensa monitoração de um regimento de stormtroopers liderados pela Miranda. Sem duvida ela rastreou a nave ate a cidade usando os recursos imperiais e está em uma missão para tentar redimir-se da situação em que foi posta por Pash durante a fuga de Mos Shuuta.
Junto a Nym o grupo planejou simular ter sido capturado pelos agentes da cidade, para forçar os imperiais fora do hangar e então entrar de surpresa. O plano, no entanto, não seguiu como o esperado quando Miranda ordenou que Nym escolta-se os prisioneiros ate ela para a apreensão.
No hangar, Miranda havia dispensado boa parte dos stormtroopers sob seu comando e ficou apenas com uma pequena unidade de três troopers de apoio. A situação teria sido mais simples se Pash não tivesse iniciado um dialogo desastroso com Miranda que se enfureceu e o mataria se não fosse pela rápida intervenção de 41-Vex que conseguiu acalma-la tempo suficiente para Lowrick se soltar as algemas e surpreender os stormtroopers, quebrando o pescoço do primeiro e causando distração suficiente para que os outros se soltassem também. Pash imobilizou Miranda enquanto os outros rapidamente assinaram os troopers restantes.
Livres e após uma rápida briga entre Pash e Miranda, que sem duvida deixou o orgulho da oficial do imperial ainda mais ferido, o grupo subiu abordo da Krayt Fang e finalmente partiu para Geonisis.

View

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.