Star Wars - Fronteira do Império - Nas garras do Hutt

Sessão 1

Depois de serem abruptamente jogados para fora hiperespaço, o grupo se viu forçado a resolver uma serie de problemas abordo do Krayt Fang antes de poder prosseguir com a viagem. Ao vasculharem a nave eles encontraram o prisioneiro B’ura B’an, um twi’lek mantido em cativeiro por Trex, uma jogada politica para ajudar na tomada forçada das minas de Ryll em Ryloth.

Além do twi’lek, o grupo encontrou restos de “carcaças” geonosianas e descobriu que a nave possua um localizador enviando suas coordenadas para Teemo, o Hutt.

Após resolverem os problemas e saltarem para a orbita de Ryloth eles se viram sob ataque do Kuubaz chamado Theewek, um espião de Teemo usado para fazer seus serviços sujos. Apesar de sofrerem graves danos, eles conseguiram abater a nave inimiga. Porem, o destino do piloto continua incerto.

B’ura B’an os levou ate a cidade de Nabat, aonde prometeu reparar e cuidar de tudo necessário na nave deles se o ajudassem a resolver as ameaças que os mineiros tinham recebido. Após um breve descanso o grupo se dirigiu para a estação New Meen aonde B’ura B’an se reuniria com o resto de membros do seu movimento de resistência.

No caminho o grupo foi emboscado por um temível grupo de caçadores de recompensa mandados por Angus Drombb, o responsável pelos ataques aos twi’leks de New Meen. Com grande custo o grupo conseguiu vencer os caçadores de recompensa, deixando apenas um vivo e abandonado a sua sorte e então seguiram viajem.

View
Sessão 0

Após a tentativa de fuga dar errado, o grupo de fugitivos tentou se esconder em uma cantina aonde foram encurralados e forçados a lutar contra um grupo de Gamorrean guard que os perseguia.
Após o confronto, o dono da cantina, um humano chamado Devon, os informou que o caçador trandoshan Trex estava aportado na cidade para reparos e que gostaria de o ver “fora de serviço” por algum tempo. Além disso, convenceu-os de que com ele morto, eles poderiam roubar com sua nave, a Krayt Fang e assim escapar das garras do Hutt. Porem, o grupo precisaria conseguir uma ignição de Hyperdrive pois o da nave havia quebrado.

Enquanto o grupo seguia para a loja de sucatas em busca da peça, a twi’lek Oskara foi ao encontro do líder Xar’zar, membro de sua especie, responsável por controlar a operação de mineração para Teemo, o Hutt, e, em segredo, ajudar twi’leks a escaparem do planeta. Após convence-lo de que sua especie estava em perigo e que ela poderia ajudar a salva-los, Kar’zar lhe deu o cartão de acesso a sala de controle de espaçoporto para poder liberar a nave para decolagem.

Reunidos e com a ignição de hyperdrive comprada, o grupo invadiu a sala do controle aéreo (controlada por Miranda, uma oficial imperial e antiga relação amorosa de Pash). Após uma confusão e um breve combate o grupo liberou a Krayt Fang para decolagem e deixou armadilhas para os soldados imperiais que estavam a caminho.

Conseguindo atrasar seus perseguidores, o grupo chegou no Hangar Aurek sem dificuldade. O droid 41-VEX, possuindo habilidades mecânicas, a peça e os códigos de acesso roubado dos droids de segurança imperial, conseguiu convencer os droids de segurança do hangar que era um mecânico enviado por Teemo e assim entrar abordo da Krayt Fang sem enfrentar resistências.

Após assassinarem Trex, o grupo conseguiu decolar e abater a patrulha imperial, ficando assim livre para saltar para o hyper-espaço.

View
Welcome to your campaign!
A blog for your campaign

Wondering how to get started? Here are a few tips:

1. Invite your players

Invite them with either their email address or their Obsidian Portal username.

2. Edit your home page

Make a few changes to the home page and give people an idea of what your campaign is about. That will let people know you’re serious and not just playing with the system.

3. Choose a theme

If you want to set a specific mood for your campaign, we have several backgrounds to choose from. Accentuate it by creating a top banner image.

4. Create some NPCs

Characters form the core of every campaign, so take a few minutes to list out the major NPCs in your campaign.

A quick tip: The “+” icon in the top right of every section is how to add a new item, whether it’s a new character or adventure log post, or anything else.

5. Write your first Adventure Log post

The adventure log is where you list the sessions and adventures your party has been on, but for now, we suggest doing a very light “story so far” post. Just give a brief overview of what the party has done up to this point. After each future session, create a new post detailing that night’s adventures.

One final tip: Don’t stress about making your Obsidian Portal campaign look perfect. Instead, just make it work for you and your group. If everyone is having fun, then you’re using Obsidian Portal exactly as it was designed, even if your adventure log isn’t always up to date or your characters don’t all have portrait pictures.

That’s it! The rest is up to your and your players.

View

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.